sábado, 19 de agosto de 2017
Sobre a escola
voltar à página inicial
Artistas de A a Z A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
Notícias
Agenda
Leia
  1. COLUNAS / ESPECIAIS
  2. Ensaio
  3. Música Digital
  4. História do Baixo
Fotos
Promoções
Serviços
  •  
  1. Divulgue seu show
  2. Classificados
 
Livro defende que Lei Rouanet "não é frágil e nem defeituosa"
Lizandra Pronin
Redação TDM, 16/12/2016 - 10h12
tamanho
da letra
Foto: Reprodução
"A Lei Rouanet em si não é ruim", explica Henilton Menezes, jornalista que foi secretário de Fomento e Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura (MinC) entre os anos de 2010 e 2013 e acaba de lançar o livro "A Lei Rouanet - muito além dos (F)Atos".

A Lei Rouanet, que completa 25 anos no próximo dia 23 de dezembro e para explicar como funciona e para que serve o incentivo, o autor começou a escrever o livro há quatro anos e para realizar a pesquisa contou com um grupo de 10 pessoas. A equipe vasculhou documentos e coletou dados em Brasília e Fortaleza. O jornalista também entrevistou 80 pessoas, em todo o País. O resultado é um livro com 456 páginas.

Henilton Menezes defende que a Lei Rouanet desempenha importante papel na formulação da política cultural. Na sua opinião, merece ser reformada e atualizada, já que não reconhece a Internet como plataforma para a produção e difusão cultural. "Mas não é frágil e nem defeituosa".
Relacionadas
Relatar erros
 
ENQUETE
Que tipo de conteúdo você busca num site de musica?
Noticias
Entrevistas
Reportagens longas
Resenhas de discos
Resenhas e fotos de shows
Colunas temáticas