Unisonic no Monsters of Rock: Uma oportunidade para os fãs 'das antigas'
Lizandra Pronin
Redação TDM, publicado em 26/04/2015 - 17h47
Foto: Lauro Capellari / TDMusica
Direto do Monsters of Rock - O show do Unisonic na tarde desse domingo foi uma oportunidade para os fãs. Para quem não sabe, a banda tem na formação ninguém menos que o vocalista Michael Kiske e o guitarrista Kai Hansen, ambos com passagem pelo Helloween. Os fãs 'das antigas' piraram.

O show começou com 20 minutos de atraso, por causa dos atrasos anteriores - o Steel Panther estendeu sua apresentação e o Malmsteen atrasou a entrada - e iniciou sem muito papo. O sol baixava no extremo oposto ofuscando os músicos. Os óculos escuros de Kiske não eram apenas figurino.

Além da dupla tida como pais do metal melódico, o Unisonic tem Dennis Ward no baixo e Kosta Zafiriou na bateria. Na outra guitarra, a banda contou com uma substituição: no lugar de Mandy Meyer - que tinha compromissos com sua outra banda, o Krokus - veio o baixista do Edguy, Tobias Exel - efusivamente aplaudido pelo público.

A interação da banda com o público foi calorosa, com o vocalista pedindo palmas e sendo atendido. A certa altura, a plateia puxou um "Olê, olê, Kiskê", o que deixou o cantor orgulhoso.

"Exceptional", "King for a Day", "Star Rider" - com trecho cantado por Kai Hansen -, "Your Time Has Come" e "Unisonic" foram algumas das músicas que a banda tocou. Depois de 30 minutos de show, veio o momento esperado: "Essa é do tempo que eu tinha cabelos longos", anunciou Kiske antes da banda tocar "March of Time", do Heloween. Na sequência veio "I Want Out", cantada aos berros pela plateia que matou as saudades da ex-banda da dupla.