segunda-feira, 1 de setembro de 2014
Sobre o Território da Música
voltar à página inicial
Artistas de A a Z A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z #
Notícias
Agenda
Leia
Fotos
Promoções
Serviços
 
Peter Gabriel e The New Blood Orchestra: magia e consciência no SWU
Luiz Gallo
Redação TDM, publicado em 14/11/2011 - 00h02
tamanho
da letra
Direto do SWU 2011 - Superado o barraco com o Ultrage a Rigor, Peter Gabriel subiu ao palco com a The New Blood Orchestra para proporcionar ao público do palco Consciência um momento especial, diferente de tudo que já aconteceu até agora no festival.

Foto: Flora Pimentel / SWU

Com efeitos visuais impecáveis nos telões, o cantor fez o primeiro show de caráter social do festival, com importantes influências étnicas, referências indígenas e africanas, tudo isso acompanhado da The New Blood Orchestra, que foi abordada pelo próprio Peter Gabriel como a principal atração do show. Outro fator importante foi o esforço de Gabriel para se comunicar o máximo possível com o público em português, esforço esse que foi reconhecido a todo o momento pelo público.

O show também pode ser considerado o mais "intimista" dos palcos principais do evento, afinal, não havia muitas pessoas acompanhando a apresentação se compararmos com os espetáculos de ontem e até mesmo alguns de hoje, como o do "rival" de Gabriel, Ultraje a Rigor.

Peter Gabriel convocou os espectadores para uma jornada que contou com músicas inéditas para seu público, além de importantes sucessos de sua carreira como "Mercy Street", "Solsbury Hill" e "In Your Eyes".

Antes de cantar “Don’t give up”, Gabriel pediu a ajuda da jornalista Didi Wagner para mandar uma mensagem para o público, e convocou todo o SWU para mandar uma mensagem para as crianças do Congo, que sofrem com a violência da guerra civil e acabam não voltando para suas casas.

Para tentar minimizar este problema, a filha de Peter, Anna Gabriel possui uma Organização Não Governamental, “The Voice Project”, que manda mensagens via rádio na região do Congo direcionada especialmente para as crianças, dizendo que elas são queridas e que precisam voltar para suas casas. Para ajudar no projeto, o cantor fez com que o público gravasse a mensagem “voltem para casa” em congolês, a mensagem será exibida pela ONG nas rádios do Congo.

Para encerrar esta jornada de consiência e música de muita qualidade, Peter Gabriel fez citações à Primaveira Árabe e terminou com “Biko”.

* Colaboraram com esta matéria os jornalistas George Erwin e Jonas Souza
Artistas relacionados: Peter Gabriel, The New Blood Orchestra
Tags: SWU, Festivais
Relacionadas
Relatar erros
 
ENQUETE
O que você espera para 2014?
Show do The Who no Brasil
Show do Van Halen no Brasil
O fim do serjanejo universitário
O fim do funk carioca
Todas as anteriores
Nenhuma das anteriores